Endereços

Matriz:

Av. Professor Mário Werneck, 120 1º andar - Bairro Estoril Belo Horizonte/MG - Brasil Cep 30.455-610 Telefone: +55 (31) 3055-5000

Escritório Vitória/ES:

Rua Afonso Pena, 20 2º andar - Bairro República - Vitória/ES - Brasil Cep 29.070-075 Telefone: +55 (27) 3026-0098

Deixe um Recado

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Obs.: Por favor, NÃO utilize este espaço para enviar currículo. Para cadastro e visualização de oportunidades, clique aqui.

Como chegar?

  • open panel
  • Home
  • Notícias
  • TSA está entre as 250 empresas que mais crescem no Brasil

TSA está entre as 250 empresas que mais crescem no Brasil

 


A TSA está no ranking das 250 pequenas e médias empresas (PMEs) que registraram os níveis mais elevados de crescimento nos últimos três anos. O estudo foi realizado pela Deloitte e pela revista Exame PME com as empresas brasileiras que mais crescem no país. A pesquisa revela que a TSA obteve um crescimento de 108,5% no período de 2009 a 2010, com 44,4% de crescimento anual.

Segundo a diretora-presidente Maria Virgínia Fróes Schettino, o estudo revela a importância que as PMEs possuem no cenário da economia brasileira. Outro aspecto destacado pela diretora são os fatores decisivos e as estratégias que a empresa deve adotar para o crescimento dos próximos anos. “A pesquisa revela que a busca da rentabilidade é a principal meta financeira das empresas. Para isso, o reconhecimento da importância de gerir estrategicamente os investimentos e a capacidade de mantê-los operando em níveis rentáveis são essenciais para o equilíbrio da organização. Investir nos recursos humanos e na retenção de talentos também são fortes argumentos para o desempenho empresarial”, declara Maria Virgínia.

A pesquisa também serviu para entender o comportamento das pequenas e médias empresas e como elas cumprem o desafio de crescer e ampliar a rentabilidade de suas operações.

O universo definido para a realização da pesquisa abrange organizações brasileiras que estão em operação desde 1º de janeiro de 2006 e que possuem receita líquida entre R$ 5 milhões e R$ 250 milhões em suas demonstrações financeiras do final de 2010.

O resultado classificatório das 250 PMEs que mais crescem está baseado na evolução da receita líquida das empresas ao longo dos últimos três anos.
De acordo com os estudos, o desafio está em desenvolver uma visão holística da organização. Nesta receita, mensurar os fatores internos de forma eficiente – da rentabilidade à importância das pessoas no desempenho – e sempre avaliar os indicadores dos mercados em que atuam são ingredientes básicos no desenvolvimento de um negócio.
A busca da rentabilidade é a principal meta financeira das empresas emergentes que apresentaram crescimento acelerado nos últimos três anos. Este fator indica o reconhecimento da importância de gerir estrategicamente os seus investimentos, pensando no crescimento dos negócios e, principalmente, na capacidade de mantê-los operando em níveis rentáveis. Além de reconhecer a necessidade de aplicar e acompanhar os investimentos, a análise mostra que as PMEs que mais crescem reconhecem o capital humano como fator essencial para a manutenção do bom desempenho.
De acordo com o ranking por estado, Minas Gerais se destaca na segunda posição, com 26 empresas elencadas.
Analisando o mercado interno e o ambiente de negócios, os dados apontam que o ciclo de expansão no Brasil deve continuar. Porém, a forte retomada no crescimento presenciada em 2010 não deve ser replicada da mesma forma no médio prazo.
Os principais fatores decisivos para o crescimento nos próximos cinco anos foram:
• Atração e retenção de profissionais qualificados;
• Custos competitivos;
• Diferenciação da concorrência;
• Atualização tecnológica;
• Decisões estratégicas corretas;
• Expansão na oferta de serviços e mercados;
• Gestão de RH eficiente e Obtenção de recursos para financiar operações.

Comments are closed.

© 2012 TSA