Endereços

Matriz:

Av. Professor Mário Werneck, 120 1º andar - Bairro Estoril Belo Horizonte/MG - Brasil Cep 30.455-610 Telefone: +55 (31) 3055-5000

Escritório Vitória/ES:

Rua Afonso Pena, 20 2º andar - Bairro República - Vitória/ES - Brasil Cep 29.070-075 Telefone: +55 (27) 3026-0098

Deixe um Recado

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Obs.: Por favor, NÃO utilize este espaço para enviar currículo. Para cadastro e visualização de oportunidades, clique aqui.

Como chegar?

  • open panel

Controle de Fluxo de Embarque de Grãos

 


O projeto do controle de fluxo dos armazéns é um sistema automatizado que visa o controle eficiente do fluxo de embarque de grãos. Os grãos são posicionados sobre as correias transportadoras nas saídas dos produtos dos armazéns e seguem para o carregamento nos navios, no Terminal de Produtos Diversos (TPD) da Vale, em Vitória/ES.
Nesse projeto, todos os atuadores cilíndricos pneumáticos de ação on-off foram substituídos. Os atuadores permitiam o posicionamento em aberto ou fechado de produtos por meio de acionadores de ação proporcional que permite abertura variável entre 0 e 100%.
Para controlar os novos equipamentos, a TSA desenvolveu um sistema de controle automático do fluxo sobre as correias. Esse controle é realizado a partir da comparação entre o fluxo desejado e o fluxo atual. Quando é identificada a necessidade de ajuste, o sistema seleciona um par de comportas em cada túnel que são abertas para manter o fluxo.

O sistema tem capacidade de proteção contra sobrecargas a partir da leitura da corrente dos motores das correias e de contaminação de material. As comportas abertas indevidamente em células que não estejam sendo utilizadas no embarque são identificadas e o sistema atua.
Com o uso do sistema automatizado de controle de fluxo, a Vale bateu o Recorde Diário do Embarque de Grãos – Píer 03, no dia 20 de dezembro. O embarque totalizou 54.438,2 toneladas embarcadas. “Parabenizamos todos que contribuíram para superarmos mais essa marca sem acidente! Agora a nossa meta é superar o recorde anual de embarque. Conto com vocês”, declara o Gerente do TPD da Vale, Paulo Bogea. O projeto também recebeu o reconhecimento do gerente da Engenharia e Obras, Gileno Reis, que afirmou: “com certeza já é fruto do resultado do nosso projeto. Parabéns a todos”.
Balanças integradoras foram instaladas na saída de cada armazém para o controle real da vazão e o monitoramento do fluxo continuo, mantendo a segurança de sobrecarga com o auxílio de “Simocodes” – relés inteligentes que permitem a leitura da corrente dos motores.


O sistema opera em três modos: manual, semiautomático e automático.
Manual – No modo de operação manual, a abertura das comportas e a escolha da próxima comporta em uso ficam sob responsabilidade do operador, requerendo maior grau de atenção.
Semiautomático – No modo de operação semiautomático, o sistema controla a abertura das comportas. A partir daí, é possível controlar o fluxo, porém a escolha do par de comportas é de responsabilidade do operador.
Automático – No modo de operação automático, o sistema controla a abertura das comportas. Caso o fluxo se mantenha abaixo do desejado por tempo determinado, o sistema automaticamente seleciona a próxima comporta e passa a procurar material no armazém para manter o fluxo.
O recorde de embarque aconteceu sem nenhuma ocorrência de segurança: acidente pessoal e transtorno de processo (sobrecargas por sobrefluxo, transbordo de materiais nas correias).
Equipe do Projeto
Gerente – Ronaldo Vilela
Supervisor do Projeto – Henrique Campos
Equipe de Automação – João Júnior, Vagner Campos e Anderson Melo
Equipe de Elétrica – Andreson Tongo/Willamy Andrade / Vinicius Guerra/ Gleidson Siqueira
Equipe de Mecânica – José Gonçalves / Cristiano Botelho
Técnicas de Segurança – Luana Ferreira
Apoio Administrativo e Planejamento – Joseane Vicente/ Camila Gonçalves
Mauro Salatiel / Liliane de Souza

Comments are closed.

© 2012 TSA